Tudo o que você precisa saber sobre a descontinuação do emissor gratuito de nota fiscal

emissor de nota fiscal

Acreditamos ser do seu conhecimento que a partir de janeiro de 2017 o emissor gratuito de nota fiscal, desenvolvido, disponibilizado e mantido pelo SEFAZ, será descontinuado. Uma grande mudança, que irá afetar o dia-a-dia e rotinas de diversas empresas!

 

Mas, antes de falarmos sobre essa mudança, é importante você, usuário do emissor gratuito, se pergunte:

Como essa notícia impacta meu negócio?

O que fazer após a descontinuação?

Quais são minhas opções agora?

 

Quer saber a resposta para essas perguntas? Continue acompanhando esse post! Nosso objetivo aqui é abordar cada uma das dúvidas que você pode ter sobre esse assunto, sanando esses questionamentos e esclarecendo todas as possíveis dificuldades decorrentes dessa decisão da SEFAZ!

 

Afinal, o que aconteceu com o emissor gratuito de notas fiscais?

 

O emissor gratuito de notas fiscais foi desenvolvido pela SEFAZ para atender as micro e pequenas empresas. Aquelas que não possuíam um sistema eletrônico de gestão e precisavam aderir à emissão de notas fiscais eletrônicas.

 

Porém, o software contava uma série de problemas, dentre eles a dificuldade no processo de instalação, usabilidade prejudicada, processo de atualização crítico e falta de suporte. Essas dificuldades eram reflexo de uma simples característica: a SEFAZ é um órgão fiscalizador, e não uma empresa de desenvolvimento de softwares. Dessa forma, não é mais interessante para o órgão manter uma estrutura de desenvolvimento e atualizações para uma ferramenta gratuita que não corresponde à sua essência de negócio.


Dessa forma optou-se pela descontinuação do software a partir de 2017.

 

Como a descontinuação pode impactar seu negócio?

 

Quando dizemos que o software será descontinuado significa que a partir de janeiro de 2017 não será mais possível fazer download do programa. Além disso ele não receberá mais nenhuma atualização. Como consequência, as empresas que continuarem utilizando o emissor gratuito correm o risco de emitir suas notas fiscais de forma desatualizada quanto à legislação fiscal. Pois quaisquer mudanças ou atualizações na lei não serão repassadas ao software. Caso isso aconteça a empresa pode sofrer multas e sanções legais.

 

Por isso, todas as empresas que hoje utilizam o emissor gratuito precisam estar atentas à essa mudança! Devem procurar e contratar uma solução alternativa para realizar a emissão de suas notas, e quanto antes melhor!

 

Por que contratar um emissor de notas fiscais ainda este ano?

 

Visto que as empresas usuárias do emissor gratuito em algum momento precisarão contratar uma solução para emissão de suas notas, destacamos a importância de buscar e adquirir esse novo software o mais breve possível. Alguns argumentos para te convencer a se preocupar com o assunto agora mesmo, ou melhor, assim que você terminar de ler esse post:

 

  • Adaptação: por mais simples que seja o novo software, sua empresa deverá se adaptar à essa nova solução. Rotinas e processos poderão ser diferentes, informações e cadastros terão que ser realizados ou importados. Esse processo de adaptação e configuração do software, que visa garantir a correta emissão das notas, pode levar algum tempo. Será preciso receber um treinamento inicial da empresa fornecedora, e nas primeiras semanas de uso muitas dúvidas e dificuldades podem surgir. Dessa forma é imprescindível que a empresa se adiante e adapte-se à essa nova solução antes de efetivamente deixar de utilizar o emissor gratuito.

 

  • Fluxo de migração: Quanto mais perto da data de descontinuação do emissor gratuito mais empresas buscarão novas soluções e irão eventualmente realizar essa migração, exigindo dessa forma uma grande demanda de atendimento por parte das empresas que fornecem softwares para emissão de notas. Sendo assim, quanto antes sua empresa se prevenir e se preparar para esse processo melhor.

 

  • Volume de vendas no final do ano: Se seu negócio possui sazonalidade, recebendo um grande volume de vendas nos meses finais no ano, sua empresa precisa se preparar para garantir a emissão de suas notas fiscais com segurança e tranquilidade. Para garantir essa segurança e suporte na emissão das suas notas a contratação de uma nova solução é importantíssima!

 

  • Impedimento de emissão de notas: Não corra o risco de ficar impedido de emitir suas notas fiscais! Devido à descontinuação e desatualização do software o emissor gratuito deixará de realizar seu papel em determinado momento. Não deixe para contratar uma nova opção somente quando estiver impossibilitado de emitir suas notas. Previna-se e reaja antes que isso aconteça!

 

Bem, espero que tenhamos conseguido convencer você sobre a importância de se preparar e se organizar para realizar a migração entre o emissor gratuito de nota fiscal e um emissor contratado, ou ainda um software de gestão completa.

 

Conheça o Emissor WebMais, uma solução desenvolvida para facilitar o dia-a-dia das empresas e descomplicar a emissão de notas fiscais! O Emissor de NF-e WebMais conta com:

  • Emissão ilimitada de notas;
  • Acesso web;
  • Suporte técnico ilimitado;
  • Treinamento online;
  • Acesso a conteúdos de mudança de legislação;
  • Backup de todas as informações.

 

Solicite aqui uma demonstração gratuita do software!

Receba dicas simples e práticas para avançar com seu negócio em 2017. Clique no banner abaixo e receba nosso novo Ebook Gratuito:

banner-ebook-10-dicas

2 comentários em “Tudo o que você precisa saber sobre a descontinuação do emissor gratuito de nota fiscal

  1. Bom dia!
    Gostaria de maiores detalhes sobre o assunto elencado, tenho um escritório de contabilidade,com aproximação do fim do uso do programa gratuito procuro alternativas viáveis para apresentar aos clientes pertencentes a este universo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *