Como reduzir o desperdício de Matéria-Prima

Com o mercado mais cauteloso e ao mesmo tempo competitivo, as indústrias de pequeno a médio porte estão cada vez mais procurando redução de custos sem perder a qualidade do produto final, e para isso, é preciso um rígido controle de estoque de matéria prima, que é o coração na gestão da empresa.

Para alcançar esta redução nos custos e desperdício com matéria prima, o setor de compras busca constantemente um preço menor, mas um fator muito importante é o consumo controlado desta matéria-prima. Evitar o desperdício faz com que a organização compre menos, e consequentemente diminua esta despesa dentro do fluxo de caixa.

Por isso, se você ainda não controlava o desperdício da matéria-prima utilizada na produção, ou não sabe como diminuir este desperdício, fique atento aos prejuízos que isso pode causar.

Desperdício de Material é desperdício de DINHEIRO

Segundo estatísticas, a maioria das empresas que abrem no Brasil, fecham antes dos 3 primeiros anos, muito devido a falta de planejamento e gestão. E quando falamos em planejamento, não é somente a questão de comprar menos e mais barato, mas sim, consumir de forma equilibrada o que se compra, ou seja, planejar o quanto vai utilizar da matéria-prima que foi comprada.

Se você já possui suas planilhas para administrar o quanto se está consumindo no setor de produção, transforme isso em valores, e descubra quanto em reais (não em quantidade) este setor está gastando. O resultado pode ser impactante, e isso vai mostrar como o objetivo de reduzir os custos pode ser alcançado apenas diminuindo a quantidade utilizada no processo produtivo.

Mas primeiro você precisa entender quais prejuízos este desperdício está trazendo financeiramente, depois, faça este simples cálculo: Diminuindo o CONSUMO, diminuirá as COMPRAS, e aumentará o LUCRO.

Então, percebeu como o desperdício mexe com seu bolso?

Avaliar o Processo Produtivo

Agora que você já entendeu que o desperdício de matéria-prima representa um valor alto para o caixa da empresa, vamos apresentar algumas dicas para que seu setor de produção reduza (ou acabe completamente) o consumo de matéria-prima. E a primeira coisa a fazer, é avaliar o processo produtivo (Com o Bloco K isso será praticamente obrigatório).

Para começar, reúna as pessoas envolvidas com a produção, apresente os relatórios com os últimos números de gastos com matéria-prima e o fluxograma do processo produtivo. Com base nesses números e com fluxograma em mãos, discuta com a equipe sobre como está sendo consumido o estoque de matéria-prima, se durante o processo está havendo consumo a mais que o necessário e aonde pode ser reduzido o desperdício, se isso passa pela qualidade das máquinas utilizadas, que talvez precisem de mais matéria-prima para funcionar, se o operador está aplicando o material mais que o necessário etc.

Importante destacar que para fazer esta mudança no processo produtivo, toda equipe precisa “abraçar a ideia” e se comprometer com as mudanças definidas, o papel do gestor aqui é fazer os colaboradores entenderem que isso vai reduzir significavelmente os custos da empresa, por isso é preciso a união como uma verdadeira equipe.

Então, avalie como está o processo de fabricação de cada produto de seu mix, desde a entrada do material, até a conclusão do ciclo, qual etapa você acha que pode evoluir e contribuir para diminuir (ou acabar de vez) com desperdício de materiais.

Calcular o Resultados das Decisões

Após reunir os envolvidos no setor de produção, discutir quais serão as melhorias para evitar desperdícios, é o momento de mensurar os resultados. Novamente imprima os relatórios necessários, e analise se houve mudanças ou não, e se os gastos desnecessários com matéria-prima diminuíram conforme o planejado.

Mesmo que tenha obtido sucesso, a melhoria não pode parar, é necessário buscar formas de reduzir cada vez mais o consumo indevido e melhorar os resultados. Para ajudar, traga junto a mesa as planilhas onde você faz o controle e apresente os números. Se o desperdício continua alto, volte para o item anterior, avalie novamente o processo, observe se o comportamento das pessoas está de acordo com o que foi combinado e faça as mudanças necessárias.

Uma dica importante é determinar o período de avaliação, 3 meses, 6 meses, como você achar melhor, e fazer esta avaliação seguindo o prazo combinado, analisando os resultados e comparando o período anterior com o atual, assim, você saberá se as mudanças trouxeram soluções ou se precisa implantar novas mudanças.

O Ciclo não pode parar

Mesmo que o mercado volte a se estabilizar, as vendas aumentem e o volume de trabalho também cresça, uma indústria não pode perder o controle de seu estoque de matéria-prima e voltar a desperdiçar sem o devido controle. Estas dicas que estamos passando precisam ser seguidas e acompanhadas de perto, principalmente serem aplicadas constantemente dentro de um período não muito extenso, para que não fuja de seu controle.

Agora que você aprendeu algumas das principais dicas para reduzir o desperdício de matéria-prima, converse com seu gestor de produção e apontem quais aspectos a empresa pode melhorar em relação ao que se consome dentro do processo produtivo, não esqueça que isso é fundamental para o equilíbrio financeiro da organização.

Se você gostou deste artigo, deixe seu comentário nos contando como é tratado o desperdício de matéria-prima na sua empresa. E assine nosso blog para receber mais dicas diretamente em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *