A importância de implantar o controle de estoque mínimo em sua empresa.

Mínimo é o número de empresas que têm este controle, pois a maioria despreza a importância deste indicador. Com o mercado mais cauteloso diante do cenário econômico atual, as compras diminuíram e a tendência na tomada de decisão é ter um estoque reduzido. Pense no seguinte exemplo: Você vendeu e agora precisa produzir, quando chega no depósito para separar a matéria-prima necessária para realizar a produção, descobre que está em falta (você deve ter pensado agora “isso já aconteceu comigo”). E como poderia resolver este problema para que não volte a acontecer? Definir e trabalhar com estoque mínimo pode ser a solução.

 

Tudo bem, uma reaTwo Businessmen With Digital Tablet In Warehouselidade é que a falta de ferramenta impede de fazer este controle (relatório de necessidade de compra), mas se você reunir a equipe de vendas, compras e produção, gerar relatórios dos pedidos, consumo de matéria-prima e saídas dos principais produtos nos últimos meses, apontará qual a quantidade mínima que precisa ter de cada insumo. Então, quando for solicitar cada insumo ao fornecedor, compre a quantidade necessária para atender sua demanda de vendas, como também o mínimo definido para cada insumo. Certamente nunca mais perderá uma venda pela surpresa da falta de matéria-prima em estoque. Vale lembrar que estoque mínimo não é quantidade em excesso, mas sim, controle baseado em histórico de consumo. O primeiro  asso é saber qual o estoque mínimo que precisa ter, a partir disso, monitore a produção e vendas, fique atento se o saldo atual está chegando perto de atingir a  quantidade mínima, pois se estiver, é hora de ligar para o fornecedor!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *